Jing Boran - O ator que conquistou o mundo

Jing Boran é um ator chinês nascido em Shenyang, província de Liaoning, em 19 de abril de 1989. Desde jovem, ele se interessou pela área artística, estudando dança, música e teatro. Sua paixão pela atuação o levou a estudar na Academia de Artes de Pequim, onde seu talento começou a ser reconhecido.

O jovem ator tornou-se popular no cinema asiático, participando de diversos filmes da China e Hong Kong nos anos 2010. Seu primeiro grande papel foi em Hot Summer Days (2010), que mostrou seu carisma e habilidade em comédia romântica.

Mas foi em 2014 que Jing Boran ganhou ainda mais notoriedade, especialmente fora da Ásia, com A Terra e o Sangue, um thriller de ação em que ele divide a tela com Jackie Chan. O filme, elogiado pela crítica, ajudou a projetar o nome do ator internacionalmente.

No mesmo ano, Jing Boran também protagonizou Monster Hunt, um dos sucessos mais surpreendentes do cinema chinês nas últimas décadas. Dirigido pelo premiado Raman Hui, o filme mistura animação e live-action, contando a história de um caçador de monstros que acaba cuidando de um bebê-monstro. Jing Boran interpreta o jovem Wuba, a criatura adorável que conquistou multidões.

O charme de Jing Boran

Um dos motivos que fazem Jing Boran tão amado pelos fãs é seu charme e carisma. O ator tem uma aparência de galã, com seu sorriso encantador e seus olhos luminosos, mas também transmite uma doçura e uma humildade que conquistam públicos de todas as idades.

Seus filmes muitas vezes exploram essa dualidade, colocando-o em situações cômicas ou dramáticas que revelam suas diferentes facetas. Ele já foi um soldado em busca de uma namorada (Love on the Cloud, 2014), um jovem estudante se tornando um jovem ator de cinema (Time Raiders, 2016) e um refugiado vítima de discriminação (The Crossing, 2018), entre outros papéis.

No entanto, Jing Boran também é conhecido por ser um ator dedicado e sério, que busca desafios diferentes em sua carreira. Em uma entrevista ao site Sina, ele afirmou que prefere papéis que exijam mais esforço físico ou psicológico, como o que interpreta em Back to the Wharf (2021), um thriller sobre um pescador suspeito de um assassinato.

O sucesso internacional de Jing Boran

Nos últimos anos, Jing Boran tem sido reconhecido cada vez mais por seu talento e popularidade fora da China. Monster Hunt, por exemplo, tornou-se o filme mais visto na história do cinema chinês, arrecadando mais de 450 milhões de dólares em todo o mundo e distribuído em mais de 30 países.

Outro sucesso internacional do ator foi The Climbers (2019), uma aventura sobre uma expedição chinesa ao Monte Everest. O filme, que tem direção do renomado cineasta Daniel Lee, também contou com estrelas como Wu Jing e Zhang Ziyi em seu elenco.

Jing Boran também tem participado de produções de outros países, como One Second, do diretor chinês Zhang Yimou, e The Crossing 2, do cineasta sul-coreano John Woo. Suas habilidades como performer e sua abertura a diferentes culturas têm chamado a atenção de produtores e diretores de todo o mundo.

Conclusão

Jing Boran é um ator que representa bem a nova geração do cinema asiático: talentoso, carismático e versátil. Seus papéis em comédias românticas, ação e fantasia têm feito dele uma figura querida pelos fãs dentro e fora da China.

Seu monstro favorito em Monster Hunt é apenas um exemplo do quanto ele sabe se conectar com o público e criar personagens memoráveis. Com novos projetos no horizonte, como My Best Summer e uma adaptação do mangá The Night Beyond the Tricornered Window, Jing Boran promete seguir encantando plateias por muito tempo.